Receba dicas de concursos - Grátis

Você se banca?


27 vagas no Instituto Nacional do Câncer – Escolhida a banca



O Instituto Nacional do Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), vinculado ao Ministério da Saúde, escolheu o Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (IDECAN) para organizar o seu próximo concurso com 27 vagas em cargos de níveis médio e superior.
Serão vagas para Pesquisador, Tecnologista, Analista em Ciência e Tecnologia e Técnico.
A escolha da banca, com dispensa de licitação, foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira, dia 29/09. O concurso já havia sido autorizado pela Portaria 115, de abril deste ano (vide em http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?data=18/04/2016&jornal=1&pagina=107&totalArquivos=144 ). O prazo para publicação de edital de abertura do concurso público será de até seis meses a partir da data de publicação da portaria, ou seja, até outubro deste ano.
Fique de olho e estude!!

Atenção, notícia de bastidor: TSE deve “anunciar” edital ainda este ano ou no início de 2017!

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deverá realizar no ano que vem mais um concurso público voltado ao preenchimento nas carreiras de técnico e analista judiciário, de níveis médio e superior respectivamente.
Especula-se que uma comissão interna seja definida já em outubro com edital no fim de 2016 ou, no máximo, no primeiro semestre de 2017.

Veja que a Lei 13.250/2016 (http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2016/Lei/L13250.htm ) abriu a possibilidade de que o TSE contrate 118 pessoas.

Quais são as atribuições dos cargos previstos e requisitos:
Analista Judiciário – Área Judiciária
São requisitos: Diploma ou certificado, devidamente registrado, de curso de Graduação em Direito, reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).
São atribuições: executar atividades privativas de bacharel em Direito relacionadas com processamento de feitos e apoio a julgamentos.
Analista Judiciário – Área Administrativa
São requisitos: Diploma ou certificado, devidamente registrado, de curso de Ensino Superior em qualquer área de formação, inclusive licenciatura plena, reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).
São atribuições: executar atividades de nível superior, relacionadas com as funções de administração de recursos humanos, administração de recursos materiais e patrimoniais, orçamentários e financeiros, de controle interno, bem como as de desenvolvimento organizacional e de suporte técnico e administrativo às unidades organizacionais.
Técnico Judiciário – Área Administrativa
São requisitos: certificado de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau), ou certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio técnico (antigo segundo grau profissionalizante), expedido por instituição de ensino reconhecida nos termos da legislação vigente
São atribuições: executar atividades de nível médio, relacionadas com as funções de administração de recursos humanos, materiais e patrimoniais, orçamentários e financeiros, controle interno, bem como as de desenvolvimento organizacional e suporte técnico e administrativo às unidades organizacionais e, ainda, execução de tarefas de apoio à atividade judiciária.

É isso. Comece a estudar.

102 vagas para o Ministério da Saúde - Prepare-se

Ministério da Saúde terá concurso. 
Serão 102 vagas nas funções de Administrador, Analista Técnico de Políticas Sociais e Contador, com 34 vagas cada.
As remunerações para os cargos são de R$ 4.973,02 (administrador e contador) e R$ 6.202,88 (analista), já considerando o auxílio alimentação de R$ 458.

Comece a estudar desde já:
Portaria de autorização está em http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?jornal=1&pagina=66&data=21/09/2016

Quer ser aprovado mesmo em concurso? veja o meu livro


Você está disposto a fazer de tudo para ser aprovado em concurso público?

Pois bem, facilitei a sua vida e publiquei um livro com uma metodologia revolucionária.


Por apenas R$ 29,90!!!






CLIQUE AQUI para ver depoimentos sobre o livro "Agora vai!!"

Depoimento da aluna Gisele Pereira

"Adorei tanto o livro quanto a escolha do nome "Agora vai"! Acho que descreve muito bem o que ele representa. A rotina de estudos é abordada de maneira bem simples e prática e nos alerta sobre os tantos erros que cometemos, às vezes sem perceber... Além de dar dicas preciosas vai direto ao ponto nos dando a trilha certa a seguir para a nossa tão esperada aprovação"

Foto de Daniel Pereira Coach - Treinador de Concurseiro.



Depoimento do aluno Everton Barbosa


"Gostei muito do livro "Agora Vai", sendo um dos melhores que já li. Com objetividade aborda temas que sanaram minhas dúvidas, como por exemplo o método de estudo ideal, "infalível". Ademais, ampliou a minha visão sobre os estudos e o conhecimento de forma geral, sobretudo, a forma de como enfrentar os desafios que vêm aparecendo na minha caminhada."

FIOCRUZ abre inscrições. Salários de até R$ 11.300,00


 
FIOCRUZ abre inscrições de concurso com 119 vagas. As oportunidades na Fundação Oswaldo Cruz são para as carreiras de técnico e pesquisador, que exigem níveis médio/técnico e superior, respectivamente. Salários iniciais chegam a R$ 11,3 mil.

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), por meio do Ministério da Saúde, divulgou três editais de concursos públicos que totalizam 119 vagas com salários iniciais que podem atingir R$ 11.300.
Há oportunidades nas carreiras de técnico em saúde pública (61 postos) e pesquisador em saúde pública (58). São reservadas 23 funções a negros ou pardos e seis a pessoas com deficiência.

As inscrições abrem em 6 de setembro, no endereço eletrônico http://concurso.fiotec.fiocruz.br, e vão até 9 de outubro. As taxas são de R$ 100 para os cargos de técnico e R$ 220 de pesquisador. https://concurso.fiotec.org.br/Fiocruz.2016/

Ah, professor... me bate uma preguiça na hora de estudar. O que fazer?

Concurso Caixa: decisão deve sair nesta semana!!

Mesmo com liminar prorrogando a validade do concurso de 2014, por tempo indeterminado, a instituição não tem reposto servidores. Cargo exige ensino médio, com inicial de R$ 2,9 mil por mês.

Está marcada para o próximo dia 30, a divulgação da sentença, no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 10ª região, da Ação Civil Pública impetrada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) do Distrito Federal cobrando a convocação de aprovados no concurso público da Caixa Econômica Federal (CEF). Por enquanto, o processo conta com uma liminar, do desembargador José Leone Cordeiro Leite, que prorroga o prazo de validade do concurso de 2014 para os cargos de técnico bancário, engenheiro e médico do trabalho.
Estamos de olho!!

Atenção, concursos que aguardam edital – fique de olho e estude antecipadamente!!

Atenção, concursos que aguardam edital – fique de olho e estude antecipadamente!!
Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal
Conselho Regional de Administração do Amazonas
Conselho Regional de Biologia da 5ª Região
Conselho Regional de Contabilidade de São Paulo
Conselho Regional de Medicina da Paraíba
Conselho Regional de Odontologia do Espírito Santo
Câmara Municipal de Vila Velha (ES)
Governo de São Paulo – várias oportunidades.
Governo do Distrito Federal
Governo do Espírito Santo
Imprensa Oficial do Rio de Janeiro
Ministério da Saúde
Procuradoria Geral do Sergipe
Secretaria Estadual de Meio Ambiente do Piauí
Tribunal Regional Federal da 2ª Região

TRT de Sergipe abre concurso para 6 vagas e cadastro

Cargos são de nível médio e superior. 

Os salários são de R$ 5.934,16 e R$ 9.736,27, respectivamente.


O Tribunal Regional do Trabalho da 20ª Região, de Sergipe, abriu concurso público para 6 vagas e cadastro de reserva em cargos de nível médio e superior. Os salários são de R$ 5.934,16 e R$ 9.736,27, respectivamente.

Os cargos de nível superior são de analista judiciário nas áreas administrativa, judiciária, oficial de justiça avaliador federal, contabilidade, estatística, comunicação social, enfermagem, engenharia civil, fisioterapia, medicina do trabalho e odontologia.

Os cargos de nível médio são de técnico judiciário nas áreas administrativa, enfermagem e tecnologia da informação.

As inscrições devem ser feitas pelo site www.concursosfcc.com.br de 26 de setembro a 26 de outubro. A taxa é de R$ 90 para nível médio e de R$ 110 para nível superior.
As provas objetiva e discursiva estão previstas para 4 de dezembro, em Aracaju.
Fonte: http://g1.globo.com/economia/concursos-e-emprego/noticia/2016/09/trt-de-sergipe-abre-concurso-para-6-vagas-e-cadastro.html

Caso ou compro uma bicicleta? o que estudar antes do edital?

TRE-SP decide mudar edital de concurso que exige Papanicolau



Segundo o órgão, a retificação deve ser publicada na segunda-feira (26). Para professor de direito, exigência é inconstitucional e viola intimidade.

O Tribunal Regional Eleitoral do Estado de São Paulo (TRE-SP) comunicou que vai deixar de exigir que as candidatas de um concurso do órgão apresentem um laudo do exame de Papanicolau (colpocitopatologia oncótica) como um dos requisitos de aprovação ao cargo.
"O TRE vai retificar o edital do concurso, retirando a exigência do papanicolau e da mamografia", disse o órgão em nota, completando que a retificação deve ser publicada na segunda-feira (26).
"Diante de vários questionamentos de que esses exames poderiam ser considerados invasivos, o setor médico do Tribunal reavaliou a exigência dos mesmos", informou o TRE.
O exame serve para identificar câncer do colo de útero, HPV e outras DSTs (doenças sexualmente transmissíveis). Por ser invasivo, o teste só pode ser feito por mulheres com vida sexual ativa.
O concurso também exige que as candidatas com mais de 50 anos apresentem o resultado de mamografia. Para homens, o edital pede um exame de sangue que detecta a presença de câncer de próstata.
O professor de Direito Constitucional da UFRRJ (Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro) Fernando Bentes afirma que não há problema em exigir boa saúde física dos candidatos em concursos, mas considera que pedir exames invasivos como o Papanicolau é “uma grave violação da intimidade da mulher”. Segundo ele, trata-se de uma exigência "inconstitucional".
Contudo, ele pondera que o concurso do TRE não faz discriminação por gêneros (entre homens e mulheres), já que exige dos candidatos do sexo masculino o exame de próstata. Qualquer exceção ao princípio da igualdade entre os candidatos precisa estar prevista em lei no edital, explica Bentes.
Fim do 'teste de virgindade'
Em casos recentes envolvendo outros concursos no estado de São Paulo que também pediram o Papanicolau, a candidata precisava apresentar um "atestado" de um médico comprovando que seu hímen não foi rompido (o chamado "teste de virgindade"), caso não pudesse fazer o exame. Em 2014, a Defensoria Pública do estado tentou barrar o exame e essa obrigatoriedade.
A exigência do Papanicolau não caiu. Mas uma nova orientação do Conselho Regional de Medicina (CRM) passou a desobrigar as candidatas de justificar o motivo para pedir dispensa do teste, segundo a defensora e coordenadora do Núcleo de Promoção e Defesa dos Direitos da Mulher, Yasmin Mercadante Pestana.

“Recebíamos muitas denúncias contra a exigência desse atestado. Agora não é mais preciso justificar o motivo para não fazer o exame. Mas muitas candidatas não sabem disso”, explica. A defensora conta ter sido procurada por ao menos duas candidatas do concurso do TRE-SP, que está com inscrições abertas, em busca de esclarecimentos.
Segundo Yasmin, a orientação é que a candidata apresente um relatório de seu médico de confiança, sob sigilo, atestando que o exame não poderá ser feito.

Violação da intimidade
Segundo a Secretaria de Planejamento e Gestão Pública de São Paulo essa exigência cumpre o artigo 47, inciso VI, da Lei 10.261/68 (Estatuto dos Funcionário Públicos Civis do Estado de São Paulo), que dispõe entre outros requisitos "que o candidato goze de boa saúde, comprovada em inspeção realizada em órgão médico oficial".
"Para contratação de candidatos aprovados em concursos públicos, o Governo do Estado de São Paulo solicita uma série de exames capazes de detectar as doenças mais comuns. Além do Papanicolau, são pedidos também a mamografia, hemograma, eletrocardiograma, próstata, endocrinológico, entre outros", diz o órgão por nota.
DF volta atrás em exigência
Em
julho, o governo do Distrito Federal retirou a exigência de exames ginecológicos invasivos para as candidatas aprovadas no concurso do Corpo de Bombeiros. O edital causou polêmica porque previa a apresentação de laudo do Papanicolau.

As regras do concurso também previam que candidatas virgens teriam de comprovar que não tiveram o hímen rompido.
Barrada por obesidade
Uma professora de Bariri (SP), aprovada em um concurso da Secretaria Estadual de Educação, foi impedida de dar aulas por estar acima do peso.

Ela passou em 35º lugar em 2014, mas foi reprovada na perícia médica por estar com o Índice de Massa Corporal (IMC) acima de 40, o que é considerado obesidade mórbida. O critério não estava especificado no edital, constava apenas que os candidatos deveriam gozar de boa saúde.
Ela conseguiu uma decisão favorável em primeira instância. A decisão cabe recurso e a Procuradoria Geral do Estado informou que está analisando a sentença e poderá recorrer da decisão judicial.
Concurso do TRE-SP
O órgão abriu concurso público para 14 vagas e cadastro de reserva em cargos de nível médio e superior. Os salários são de R$ 5.934,15 e R$ 9.736,27, respectivamente.
Os cargos de nível superior são de analista judiciário nas áreas judiciária, administrativa, análise de sistemas, assistência social, contabilidade, medicina (clínica médica), psicologia e relações públicas.
Os cargos de nível médio são de técnico judiciário nas áreas administrativa, artes gráficas, enfermagem, programação de sistemas e operação de computadores.
As inscrições devem ser feitas pelo site www.concursosfcc.com.br de 12 de setembro a 11 de novembro. A taxa é de R$ 70 para nível médio e de R$ 85 para nível superior.

Fiocruz abre concursos com 119 vagas para nível médio e superior

Três editais estão abertos para os cargos de Pesquisador e Técnico em Saúde Pública.


A Fundação Oswaldo Cruz, instituição federal vinculada ao Ministério da Saúde, abriu concursos com 119 vagas de nível médio e superior nas áreas da saúde, tecnologia e administração. Três editais estão abertos para os cargos de Pesquisador e Técnico em Saúde Pública. As inscrições devem ser feitas pela internet até 9 de outubro. Os salários variam entre R$ 2.476,49 e R$ 5.582,63 e poderão ser acrescidos de benefícios e retribuições por titulação.
Técnico em saúde pública
São 61 vagas de nível médio e técnico nas seguintes áreas:
Análises Clínicas (1), Análises microbiológicas de insumos e produtos estéreis para a saúde (2), Criação e manejo de animais de laboratório, silvestres e exóticos (1), Criação e manejo de primatas não humanos (2), Edificações e Manutenção Predial (2), Eletrônica (1), Eletrotécnica (1), Enfermagem em doenças infecciosas e parasitarias (1), Enfermagem Centro Cirúrgico (2), Enfermagem Neonatal e Pediátrica (3), Enfermagem em Saúde da Mulher (3), Entomologia (1), Equipamentos (2), Farmácia (1), Laboratório de Biologia Celular e Molecular (1), Laboratório de Biologia Celular e Molecular (9), Laboratório de Biologia Celular e Molecular (1), Laboratório de referência em vírus emergentes (1), Laboratório – plataforma (1), Logística de insumos para a saúde (2), Manutenção de insetário (1), Mecânica (1), Metrologia (1), Microscopia (1), Nutrição (1), Processamento, gestão e disseminação da informação em saúde (4), Refrigeração (1), Secretaria Acadêmica (4), Segurança do Trabalho (2), Suporte em rede de computadores (2), Técnicas laboratoriais em controle da qualidade de insumos, vacinas virais, biofármacos e cultura de células (3), Técnicas laboratoriais em microbiologia, sorologia e biologia molecular (1), Técnicas laboratorias em Parasitologia (1).
Cidades:
Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Manaus (AM), Porto Velho (RO), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA).
Salário: R$ 2.476,49 mais benefícios
Valor das inscrições: R$ 100
Pesquisador em saúde pública
São 58 vagas para pesquisador nas seguintes áreas:
Análise Físico-Química de Produtos Sujeitos a Vigilância Sanitária (1), Aspectos Quantitativos e Epidemiologia na Área da Saúde Perinatal (1), Bioimageamento e Biologia Estrutural (1),Biologia Celular e Molecular com Ênfase em Parasitologia (1), Biologia, Biodiversidade e Saúde (1), Biossegurança (1), Controle de Qualidade de Produtos Biotecnológicos (1), Criação e Manejo de Roedores e Lagomorfos para Uso Científico (1), Desenvolvimento e Validação de Metodologias para o Controle Físico-Químico de Medicamentos (3), Desenvolvimento Tecnológico em Oncologia de Precisão (1), Ecoepidemiologia de Doenças Infecciosas (1), Ecoepidemiologia de Viroses Emergentes (1), Educação de Jovens e Adultos (1), Educação Profissional de Nível Médio em Saúde Integrada à Disciplina de Geografia (1), Enfermagem em Pesquisa Clínica na Terapia Intensiva Pediátrica (1), Educação Profissional de Nível Médio na área de Gestão em Saúde (1), Educação Profissional de Nível Médio na Área de Saúde Mental, Álcool e outras Drogas (1), Educação Profissional de Nível Médio em Vigilância em Saúde (1), Entomologia e Malacologia Médica (1), Genética Molecular Humana (1), História, Memória e Patrimônio Cultural (1), Informação Científica e Tecnológica em Saúde I (1), Informação Científica e Tecnológica em Saúde II (1), Informação e Tecnologia de Informação em Saúde (1), Micobacteriologia (1), Modelagem Matemática Aplicada à Vigilância em Saúde (1), Patogenia e Fisiopatologia de Doenças Infectoparasitárias (1), Pesquisa Clínica (1), Pesquisa Clínica Aplicada à Nutrição Neonatal (1), Pesquisa Clínica em Ensaios Clínicos (1), Pesquisa Clínica em Fonoaudiologia em Doenças Infecciosas (1), Pesquisa Clínica em Oftalmologia Infecciosa (1), Pesquisa Clínica em Reabilitação Cardiovascular em Doença de Chagas (1), Pesquisa Clínica em Saúde Sexual e Reprodutiva da População de Pessoas Travestis, Transexuais e demais identidades trangêneras (1), Processos Biotecnológicos (1), Processos de Gestão Estratégica em Imunobiológicos (1), Saúde Coletiva e Tuberculose (1), Sistema da Qualidade (1), Taxonomia e Sistemática (1) Toxicologia Aplicada à Saúde do Trabalhador e ao Ambiente (1) Bioestatística (1), Biologia Celular e Microscopia (1), Biotecnologia para Inovação e Desenvolvimento de Anticorpos (1), Epidemiologia em Saúde Pública (1), Estatística com ênfase em Dados Biológicos (1), Farmacologia (1), Nanobiotecnologia (1), Parasitos e Vetores de Filarioses da Amazônia e seus respectivos Endosimbiontes (1), Pesquisa Clínica (1), Políticas Sociais em Saúde I (1), Políticas Sociais em Saúde II (1), Políticas Sociais em Saúde III (1), Proteômica e Interatoma Aplicada à Saúde Pública com Ênfase na Prospecção de Biomoléculas da Amazônia contra Doenças Tropicais (1), Resistência de Insetos Vetores de Doenças a Inseticidas, com Ênfase em Triatomíneos, Flebotomíneos, Mosquitos e Demais Insetos de Importância Médica (1), Saúde da Família e Epidemiologia (1) e Virologia Clássica e Molecular (1).
Cidades:
Belo Horizonte (MG), Brasília (DF) , Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Manaus (AM), Porto Velho (RO), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA) e Teresina (PI).
Salário: R$ 5.582,63 mais benefícios
Valor das inscrições: R$ 220,00
Acesse os editais: https://concurso.fiotec.org.br/Fiocruz.2016/Pesquisador.asp

Retirado da Gazeta Do Povo - 21/09/2016

Quatro maneiras de aprender: Descubra qual é a sua!

Somos diferentes, então é normal que cada um tenha seu estilo de aprender. Veja, abaixo 4 formas de aprender, para você encontrar seu estilo e descobrir quais são as melhores alternativas para o seu caso.
1. Ver
São aqueles que aprendem olhando gráficos e diagramas, normalmente esse tipo de estudante prefere o silêncio. Se você tem esse tipo de aprendizagem o ideal é fazer resumos da matéria com desenhos e esquemas, ao invés de escrita. Assim a chance de fixar o conteúdo é maior.
Outra boa opção é grifar algumas informações no texto, mas são algumas mesmo, não adianta sair grifando o texto inteiro. Quando possível é legal tomar nota em forma de lista, com frases resumidas, além de usar mapas mentais e associações.
2. Fazer
Há aqueles que preferem aprender na prática. Nada de ficar lendo e lendo por horas, eles querem resolver questões e exercícios. Ou seja, aprender errando, acertado e batendo a cabeça.
Normalmente essas pessoas só conseguem prestar atenção em algo por um curto período de tempo. Uma boa dica é estudar em pequenos blocos de tempo, aprender em grupo e utilizar jogos lúdicos.
3. Escutar
É aquele tipo de aluno que costuma repetir as informações em voz alta, eles tendem a ler mais devagar para digerir a informação, ao mesmo tempo em que memorizam.
Pode ajudar, se você repetir conteúdos oralmente, com os olhos fechados ou mesmo na frente do espelho. Palestras e vídeos também podem ser interessantes, além de discussões em grupo.
4. Escrever
Desde a escola, há sempre aquele aluno que copia toda a matéria do quadro e ainda faz algumas notas ao lado do conteúdo, estudar para um concurso não é diferente para essas pessoas.
Para elas é importante fazer um resumo escrito dos principais temas, listar alguns assuntos também pode ajudar. Pode ser interessante copiar mais de uma vez a mesma informação, para memorizar.

ANVISA - Oportunidade

O CARGO DE TÉCNICO ADMINISTRATIVO DA ANVISA

Os candidatos aprovados no concurso ANVISA integrarão uma carreira pública federal com regência pela Lei 8.112/90. Uma das inúmeras vantagens disso é a possibilidade de pleitear remoção para outros locais do país, quando em exercício no órgão e após cumprido o prazo mínimo que eventualmente seja estabelecido (no último edital foram três anos). A lei que dispõe sobre os cargos específicos é a Lei 10.882/04, combinada com a Lei 10.871/04, a qual dispõe sobre os cargos das agências reguladoras.
O cargo de técnico administrativo ANVISA exige apenas nível médio. As atribuições estão ligadas à área-meio da agência, ao menos no que diz a lei. Irá trabalhar, em regra, realizando tarefas administrativas. No entanto, não é incomum nas agências, pela escassez de mão-de-obra qualificada, o servidor exercer funções na área-fim, que é bem vasta.

Quanto ganha um técnico administrativo na ANVISA?
Um técnico administrativo ANVISA receberá, em 2017, R$7.680,06, já incluídos no valor os auxílios alimentação (R$ 458) e saúde (R$ 205). O final de carreira está em R$ 10.810,07
 
 
Blogger Templates